Menu

WEB RÁDIO 
CONEXÃO.NET

Atentado contra 2 igrejas no note do Egito deixaram mais de 40 mortos.

10 ABR 2017
10 de Abril de 2017

 O braço egípcio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria atentado

Pelo menos 43 pessoas morreram neste domingo e outras 118 ficaram feridas em dois atentados contra duas igrejas cristãs coptas no norte de Egito, segundo fontes de segurança e do Ministério da Saúde do país árabe.

Em um primeiro ataque contra o templo de Mar Guergues (São Jorge, em árabe), na cidade de Tanta, que fica 120 quilômetros ao norte do Cairo, 22 fiéis morreram e 41 ficaram feridos quando participavam de uma missa por causa da comemoração do Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa.

Pouco depois, um segundo atentado contra a catedral de São Marcos, na cidade litorânea de Alexandria, causou a morte de mais 11 pessoas e ferimentos em 36, informou o Ministério da Saúde egípcio em um comunicado.

Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques, que acontecem 20 dias antes da visita do papa Francisco ao Egito, que está prevista para os dias 28 e 29 de abril, a primeira viagem do pontífice argentino ao Oriente Médio.

O presidente egípcio, Abdul Fatah al Sisi, expressou hoje suas condolências às famílias das vítimas, bem como a Liga Árabe e países vizinhos e aliados, que demonstraram sua solidariedade com o governo e o povo de Egito 

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu, através de sua agência de notícias "Amaq", a autoria dos dois atentados, em um breve comunicado divulgado nas redes sociais e cuja veracidade não pôde ser comprovada.

A filial egípcia do EI também reivindicou a autoria do ataque do último dia 11 de dezembro contra a igreja de São Pedro, situada junto à catedral do Cairo, no qual 28 fiéis morreram em uma explosão provocada por um terrorista suicida.

O Egito sofreu atentados de maneira reiterada desde o golpe militar de 3 de julho de 2013 que derrubou o então presidente, o islamita Mohammed Mursi, mas a grande maioria desses ataques, até agora, estava voltada contra as forças de segurança, especialmente na península do Sinai. 

Papa condena ataques

O papa Francisco condenou neste domingo o atentado cometido dentro de uma igreja cristã copta na cidade de Tanta, no Egito, no qual morreram pelo menos 22 pessoas, e pediu a Deus que converta "o coração das pessoas que semeiam terror, violência e morte".

O pontífice também manifestou seu pesar aos familiares das vítimas, aos feridos e à população egípcia, e lhes assegurou que estão todos em suas orações, momentos antes de rezar o Ângelus na Praça de São Pedro do Vaticano.

O papa presidiu hoje a tradicional comemoração litúrgica do Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, com a qual deu início aos ritos da Semana Santa.

"Ao meu querido irmão, (chefe da Igreja Copta Ortodoxa do Egito e patriarca de São Marcos) Tawadros II, à Igreja Copta e a toda a querida nação egípcia, expresso meu profundo pesar", disse Francisco. 

Fonte: 

Voltar
Tenha você também a sua rádio